15 março 2010

FAÇA-SE LUZ SOBRE ESTAS POBRES CABECINHAS


A grande maioria dos portugueses não tem a mínima percepção de uma escala de grandezas por onde possa quantificar derminados valores que lhes enfiam nariz adentro.
A começar pelo "milhão". Sabem lá quanto é "um milhão" do que quer que seja?!...
Ouvem dizer que um hectare é mais ou menos a área equivalente a um campo de futebol e ficam com uma vaga ideia do que possa ser um hectare. Mas mesmo muito vaga, pelas razões óbvias.
Dito isto, pergunto-me se alguém ficará alarmado por saber que em 2010 Portugal terá que pagar 5,3 mil milhões de euros de JUROS da Dívida Pública.
Repito, CINCO VÍRGULA TRÊS MIL MILHÕES DE EUROS (5 300 000 000,00 euros).
Façam umas contitas por alto (imaginem-se uns mãos largas) e constatem a quantidade de massa que isto é.
Só em JUROS!!!

6 comentários:

privada disse...

Tu Jg és k estás a exagerar, tu e todos os k pensam como tu ke estamos numa crise profunda, tu nao ves a calma da multidão, porke destabilizas, ah Jg pessimista

jg disse...

PRIVADA:
Estou a exagerar em quê?! Apenas relatei um número.
Eu estou com o Castanheira Barrros. Crise?! Qual crise?!
Vou embarcar na teoria d'"O Segredo" e pensar positivo. E merdas do género...

Blimunda disse...

No blogue da Saphou fez-se luz.

Miss Kin disse...

Medo, muito medo...

Funes, o memorioso disse...

Como é óbvio, 5.300.000.000,00 € não me impressionam tanto como 5,30€. É que entre os dois números há apenas uma pequena diferença de zeros e uma grande diferença psicológica.
5,30 €, se eu os dever, tenho que os pagar imediatamente. Já 5.300.000.000,00 é algo que um trabalhador com o salário mínimo poderá pagar em cerca de 757.143 anos. Pelo menos, é esse o tempo que levará a acumulá-los. Isto, se viver à custa da mulher e conseguir poupar o salário todo.

mac disse...

Desde que haja dinheiro para a bola não há crise.