23 julho 2007

É SÓ NO QUATRO!


Não é uma obsessão mas raia a fixação.
Considero uma raridade os exemplares de mostradores de relógios que exibem a numeração relativa às quatro horas, em numeração romana, de forma correctamente apresentada (IV).
A quase totalidade dos mostradores representa invariavelmente as quatro horas na forma (IIII).
Nos relógios de pulso ainda não verifiquei a excepção.

9 comentários:

GRaNel disse...

Ele repara em cada uma.

Curiosamente, já há uns tempos se falou disto e havia uma explicação qualquer. Estava distraído mas uma coisa apanhei. Ambas estão correctas. Ou pelo menos era a conclusão a que a "assembleia" estava a chegar.

medusa disse...

fiquei curiosa; vou ver nos relógios cá de casa como é!

medusa disse...

E não é que tens razão...nos dois relógios com numeração romana o quatro está errado (IIII). como é que nunca reparei?! ainda bem que estás cá tu para me despertar para essas coisas...

Mofina Mendes disse...

Hoje estou amélia. O relógio não está nas cinco? Faz um desenho com legendas e linguagem gestual!

rps disse...

Eu nunca reparei em IIII ! Vou estar mais atento.

Capitão Merda disse...

Já não tinha memória de olhar para uma igreja...

Sardanisca disse...

Já tinha reparado mas pensava que o IIII era a excepção.

bonifaceo disse...

Vou ver no relógio da capela do Paço.

jg disse...

GRANEL:
Espero que o motivo da tua distração tenho sido algo que o justificasse.

MEDUSA:
Agora só falta dizeres que também nunca tinhas pensado que na numeração romana não existe o zero!!!

MOFINA:
Hoje estás Amélia?! Diria que continuas...

RPS:
A esta hora já deve ter pensado: "como é possível nunca ter reparado nisto?!"

CAPITÃO:
E para as capelas?!!

SARDANISCA:
E é, de facto, excepção.

BONI:
No Paço o relógio não é digital?!