28 abril 2009

A VERDADE DA IRONIA

"Uma máquina de lavar roupa é mais útil do que um poema.
Aliás, tudo é mais útil do que um poema."
....

A esta menina, as coisas só lhe correm bem quando correm mal.
E eu que lhe acho uma piada desmedida?!

6 comentários:

Blimunda disse...

A esta menina, as coisas só lhe correm bem quando correm mal.Isso dizes tu, cos nervos!

Mofina Mendes disse...

Inda te cai um dente.

Inês Brito disse...

Eih..porrada!

Bj,
(i)

Marta disse...

eu que encontro nos poemas a verdadeira razão de ser do mundo, gostei do poema sobre a inutilidade do poema!
gostei mesmo :)

mas discordo. porque tenho provas materiais e imateriais da utilidade de um poema. tantas!

nota à margem: sim JG, a minha subtileza da gaivota em fundo azul, não resultou ;) pelos vistos!

Marta disse...

JG: "exijo" uma explicação! antes que a noite caia! me caia na cabeça e me tire o sono! O que raramente acontece :) só em situações muito angustiantes, como esta!

Blimunda disse...

Estamos em blecaute, JG?